Google anuncia Google Shopping Grátis

Google anuncia Google Shopping Grátis

Há algum tempo a Google vem lançando uma série de medidas para atuar no mercado online de forma ainda mais competitiva…

Recentemente, a empresa norte-americana lançou o Shoploop, plataforma interativa que centraliza todo o processo de compra e venda online…

Agora, a aposta é aretirada da cobrança de comissões de venda para anúncios feitos na plataforma de vendas da empresa, o Google Shopping. Antes, os valores das tarifas variavam entre 5% e 15%.

Outra estratégia da companhia foi acabar com os pagamentos feitos pelos vendedores pelos anúncios e exibições de seus produtos. Agora tudo isso será gratuito…

A empresa também vai permitir que os vendedores utilizem outros serviços de pagamento, como o Shopify, e de gerenciamento de pedidos, que antes eram monopolizados pela própria Google.

A medida vai acontecer apenas nos Estados Unidos inicialmente e pode chegar ao Brasil no futuro.

Mas o que chama mais atenção não é somente a redução de tarifas, o que beneficia os lojistas. É o objetivo real de conquista de mercado por trás da ação. Afinal, com isso, fica claro a intenção da Google de competir com outra gigante do mercado nos Estados Unidos

Google quer frear Amazon

Segundo pesquisa feita no ano passado pela CivicScience, praticamente metade dos consumidores estadunidenses utilizam primeiramente a Amazon para buscar produtos.

Ou seja, embora a Google seja a número 1 em termos de buscas em todo o mundo, esse cenário é bem diferente quando o assunto é pesquisas iniciais de mercadorias…

Apenas 22% das pessoas afirmam que o site da Google é o seu ponto de partida na hora de pesquisar mercadorias.

Diante desses resultados, era de se esperar mesmo que a companhia tentasse frear de alguma forma todo o potencial que a Amazon tem no Ecommerce…

Para você ter uma ideia, a Amazon teve no 2º trimestre um lucro 7 vezes maior do que o estimado pelos especialistas na época…

Tudo isso, obviamente, vem chamando a atenção da Google para ampliar seus alcance no comércio online.

No entanto, a empresa ainda está longe de atingir resultados parecidos com os obtidos pela Amazon EUA nos últimos anos. Para chegar lá, espera-se que mais novidades estejam no radar da Google para o futuro.

Deixe uma resposta